O que é Depressão?

O Transtorno Depressivo Maior é um distúrbio psiquiátrico caracterizado por episódios depressivos maiores, onde o paciente se mostra extremamente triste, deprimido e desmotivado. Não há uma causa definida para o transtorno depressivo, mas acredita-se que a principal causa seria um desequilíbrio nos neurotransmissores, substâncias químicas que controlar o humor, sentimentos e outras funções do cérebro.

Estresse ou grandes traumas, como a perda de um ente querido, podem estimular a depressão em um paciente que já apresenta uma predisposição para a doença, mas não são a causa direta. O sentimento de luto que uma pessoa sente após a morte de alguém próximo não deve ser confundido com a depressão, que é bem mais intensa.



Pacientes que sofrem com episódios depressivos maiores apresentam um humor bastante depressivo e perda de interesse nas atividades do dia a dia que antes eram prazerosas. O sentimento de melancolia e tristeza que o paciente depressivo sente difere da tristeza normal, comum entre todas as pessoas. Ao contrário de uma pessoa comum que é capaz de deixar de lado suas tristezas para realizar atividades diárias, pacientes com transtorno depressivo maior não conseguem fugir dessa sensação.

Uma pessoa depressiva apresenta uma total desmotivação em relação à vida, que pode ser notada pelas pessoas a sua volta. Há uma perda de interesse no trabalho, atividades de lazer, relações amorosas e até na maneira de se vestir, que pode parecer mais desleixada. Mudanças no apetite e nos hábitos de sono também são sintomas comuns no transtorno depressivo maior. Pensamentos recorrentes sobre morte e suicídio podem ocorrer também.



No tratamento para depressão, o diagnóstico do distúrbio é clínico, deve surgir de uma avaliação feita pelo psiquiatra a partir de conversas com o paciente e análises de seus sintomas.

Para ser definido como transtorno depressivo maior, o paciente deve apresentar os sintomas em uma condição duradoura, em que eles se manifestam diariamente por pelo menos duas semanas. A depressão pode se manifestar em todas as idades, principalmente na idade adulta.



O tratamento para depressão em Porto Alegre é feito com a psicoterapia, combinada com o tratamento farmacológico, utilizando antidepressivos que irão normalizar os níveis de neurotransmissores. Em casos mais extremos, onde o paciente não responde ao tratamento tradicional, pode-se utilizar a eletroconvulsoterapia. Essa técnica consiste em uma alteração na atividade elétrica do cérebro utilizando uma corrente elétrica, com o paciente em anestesia geral.

Saiba mais sobre psiquiatria em Porto Alegre.